6o. EJC – Mercês

                   30/Abril – 01/Maio 2011 – Almirante Tamandaré

 

Pessoal,

É com imensa alegria que compartilho um momento importante em minha vida. Minha filha participou do Encontro de Jovens com Cristo realizado pela Igreja das Mercês – Curitiba.

Fato esse que, com certeza, fará dela uma pessoa ainda melhor.

Sabemos que o mundo oferece muitas coisas ruins por isso, temos que preparar nossos jovens.

E estou muito feliz por isso porque sei que ela está encaminhada. Que ela saiba desfrutar cada momento a partir desse encontro.

Abraço fraterno.

Silvia Rita

Anúncios

Saúde

Olá,

                                              SA – Ú – DE, RI – TA  !!!

Esse foi o grito que mais de 200 pessoas deram no último encontro dos casais do ECC, no jantar de confraternização, no Madalosso.

Pessoas

Olá,

Que emoção! Ontem compareci ao jantar de encerramento das atividades 2010 da Família ECC Mercês. E, por obra do Universo (pois ele conspira a nosso favor sempre!) recebi a mensagem abaixo e quis compartilhar. 

 E, particularmente, não sei dizer se essas pessoas entraram em minha vida por “Razão” ou por “Estação”. O que sei é que quero fazer parte dessa Família a “Vida Inteira”.

Abraço fraterno.

Silvia Rita

“Pessoas  entram  na  sua  vida  por uma “Razão”, uma “Estação” ou uma “Vida Inteira”.

Quando alguém está em sua vida por uma “Razão“, geralmente, é para suprir  uma  necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade,  fornecer  orientação  e  apoio, ajudá-lo física, emocional ou espiritualmente.  Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora  inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa  relação  a  um  fim.  Às  vezes, essas pessoas morrem. Às vezes, elas
simplesmente  se vão. Às vezes, elas agem e lhe forçam a tomar uma posição. O  que  devemos  entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos  preenchidos  e  o  trabalho delas, feito.

Quando pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação“, é porque chegou sua vez de dividir, crescer e  aprender.  Elas trazem para você a experiência da paz ou fazem você rir. Elas  poderão  ensiná-lo  algo  que  você nunca fez.

Relacionamentos de uma “Vida Inteira” lhe ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir  para  ter  uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição,  amar  a  pessoa  e  colocar  o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida.

É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente”.
Martha Medeiros – Jornalista e escritora brasileira. É colunista do jornal Zero Hora de Porto Alegre, e de O Globo, do Rio de Janeiro.

Quatro Leis da Espiritualidade, da Índia

 Olá,

Certa de que esse final de semana foi radiante para todos, saúdo com imenso “Bom Diaaaaa! “.

A mensagem de hoje vai de encontro ao que vivenciei neste final de semana. Participei como trabalhadora de Deus no 1o. encontro de casais do Santuário São Leopoldo, no CIC – PR.

Todas as leis se aplicam porque conheci muitas pessoas onde, com elas,  pude aprender, ensinar, aconselhar, rir muito, obedecer, ver onde melhorar, etc. Essa foi a primeira lei. A segunda lei diz respeito ao aprendizado. Por mais que tentamos fazer tudo certo, acabamos atropelando alguma coisa. O coordenador percebeu um momento onde fui precipitada e me alertou. O feedback é ótimo porque realmente não conseguimos enxergar o ‘erro’ e quando nos é apontado e de forma delicada, aprendemos e ainda ficamos felizes pelo cutucão. Já a terceira lei eu entendi que a partir do “SIM” algo novo começou. E se fui convidada era porque estava preparada. E por fim, a quarta lei. Acabou. Vou guardar no meu coração tudo de ótimo, seguir em frente e aguardar o próximo encontro para vivenciar com muita alegria novos momentos com essa família que é boa demaaaaaaaaais.

Abraço fraterno!

Silvia Rita

 “Muitos dos meus alunos me procuram por diversos motivos, principalmente quando têm que tomar uma decisão importante como, por exemplo, fazer um curso no exterior, mudar de emprego, pedir aumento, conversar com o “chefe” etc. Mas é muito difícil dar conselhos nesses momentos, pois a vida é cheia de lições que aprendemos todos os dias.
Por outro lado, é muito desagradável ­– senão indelicado – não ouvirmos atentamente quem nos procura para ajudá-lo a resolver um problema e não buscarmos a forma mais adequada de ajudá-lo a encontrar a sua solução.
Nesses casos, entre outros, costumo falar sobre assuntos filosóficos e temas que ajudam o raciocínio. Dentre os temas que mais gosto está as Quatro Leis da Espiritualidade, da Índia, que nos ensina:

A primeira lei diz: A pessoa que chega é a pessoa certa.

Significa que nada ocorre em nossas vidas por casualidade. Todas as pessoas que nos rodeiam, que interagem conosco, estão ali por uma razão, para possamos aprender e evoluir em cada situação.

A segunda lei diz: O que aconteceu é a única coisa que poderia ter acontecido.

Nada, absolutamente nada que ocorre em nossas vidas poderia ter sido de outra maneira. Nem mesmo o detalhe mais insignificante! Não existe: se acontecesse tal coisa, talvez pudesse ter sido diferente… Não! O que ocorreu foi a única coisa que poderia ter ocorrido e teve que ser assim para que pudéssemos aprender essa lição e então seguir adiante. Todas e cada uma das situações que ocorrem em nossas vidas são perfeitas, mesmo que nossa mente e nosso ego resistam em aceitá-las.

A terceira lei diz: Qualquer momento que algo se inicia, é o momento certo.

Tudo começa num momento determinado. Nem antes, nem depois! Quando estamos preparados para que algo novo aconteça em nossas vidas, então será aí que terá início!

A quarta e última lei diz: Quando algo termina, termina!

Simplesmente assim! Se algo terminou em nossas vidas, é para nossa evolução! Portanto, é melhor desapegar, erguer a cabeça e seguir adiante, enriquecidos com mais essa experiência!

Também creio que não é por acaso que você está lendo isto no meu blog. Se este texto chega até você hoje é porque está preparado para entender que nenhum grão de areia, em momento algum, cai em lugar errado! Viva Bem! Ama com todo o seu Ser! E permita-se ser Imensamente Feliz!”

fonte: http://profamarins.blogspot.com/2010/11/as-quatro-leis.html

Encontro de Casais com Cristo

 Bom dia, queridos do MI e outros amigos também.

Ter um blog é como conversar com os amigos a distância. É como ter a responsabilidade de alimentá-los com mensagens de motivação para movimentá-los. É como, também, confidenciar momentos inesquecíveis que acontecem com a gente. E, pra hoje, tenho algo especial para contar. No último final de semana, eu e o Joel participamos de um encontro de casais, o 12º ECC -Encontro de Casais com Cristo, na Mercês. Este é o terceiro encontro que realizamos, um em SP e os dois aqui em Curitiba. Creio sermos pessoas privilegiadas em recebermos esses convites e termos a oportunidade de aceitá-los. E hoje também, acabo de receber a mensagem abaixo que traduz o que aconteceu conosco lá. Leiam abaixo de cada linha, a expressão do nosso amor a Cristo.

“Quando nos conhecemos e reconhecemos Deus, todos os sentimentos bons são experimentados.

Após o nosso segundo encontro, nós ainda não tínhamos reconhecido Deus. E, é claro, que maravilhas aconteceram. Sentimos emoções incríveis, aprendemos coisas incríveis sobre a Eucarístia que nunca tínhamos ouvido falar em lugar algum. Até 26/08/2010 íamos a missa fazer número.

Nos tornamos ignorantes do conhecimento de desejos.

Nossa pureza e honestidade trabalham naturalmente.

Se já possuíamos, agora é mais forte.

Quando pureza e honestidade estão juntas, nossos sentimentos verdadeiros se espalham por milhares de quilômetros.

Nos tornamos mais visíveis, colocamos em nossas bocas palavras mágicas, nos tornamos mais atentos e pacientes. Parece que um sorriso foi colocado em nossas faces. Nos modificamos.

Dia e noite, precisamos reunir nossos melhores sentimentos de amor, confiança e fé.

Acreditem, porque eu estou pasma! Estamos rezando em família através do terço (TODOS OS DIAS!!!!!!) e de leituras bíblicas. A Bíblia Sagrada tem resposta para as nossas aflições. E, na primeira leitura, já recebemos a resposta.

Quando cultivamos a espiritualidade, não há questão de Eu, Você, Meu e Seu.

Deus, somente Deus. Entregamos nossas vidas a Deus. Quem está nos guiando é Deus. Não é o Joel, não sou eu, nem a Amanda.

As barreiras terminam e os desejos também.

Não temos dúvidas disso.

Nos preenchemos com o amor espiritual e Divino.”

Diariamente somos agraciados com as leituras bíblicas. Mas sabemos que o alimento essencial para o espírito está na missa. Assim como ouvimos lá: “Nosso mundo está degradado e só na missa é onde salvaremos nossa família”.

Dadi Janki e Silvia Santos da Rita Silva

Obs.: Amigos, parece fácil, bonito, fantasioso tudo o que escrevi acima. Precisamos de perseverança, claro! Não é porque estamos no auge do encontro (hoje teremos o pós-encontro), fervilhando de emoções que, logo se acabará. Agora, nós sabemos porque isso não pode acabar. Temos um compromisso, um com o outro lá em casa. E, pedimos e iremos pedir sempre: que não se acabe essa nossa devoção a Deus, porque é só Ele que nos compreende e nos carrega porque ele nos teceu no ventre de nossas mães. E , agradecemos muito por isso.

Fiquem em paz!

Silvia Rita

%d blogueiros gostam disto: